• Agencia X10

Pratos para harmonizar à perfeição com o Malbec argentino



Escolhemos carnes que combinam com o vinho portenho e suas expressões.

O vinho das uvas Malbec está diretamente associada ao churrasco, ou à parrillada, como dizem (e fazem tão bem) os argentinos. Aquelas carnes na brasa, especialmente as mais gordas, combinam muito bem com o vinho que se tornou símbolo da vitivinicultura argentina. Então, quando falamos de harmonização com carnes, talvez este seja o varietal que primeiro nos vem à mente.


Descubra com a Optimus Importadora quais os pratos para harmonizar à perfeição com o Malbec argentino! E lembre-se, conte sempre a Optimus Importadora, uma empresa que é especialista e conhecedora do mercado e qualidade de Vinhos. Atualmente presente nos principais estados do país, em restaurantes e lojas especializadas. Contamos com uma grande rede de representantes e distribuidores em cada região.




No entanto, assim como outras cepas, a Malbec não possui uma única expressão, mesmo na Argentina. Isso nos permite pensar em diversos tipos de combinações além de um belo corte de carne vermelha. Para nos ajudar a pensar sobre o assunto, o sommelier Manuel Luz, da Sonoma, site de curadoria e venda de vinhos, para dar algumas dicas.

Ele começa: “A uva Malbec é absolutamente associada à Argentina e à região de Mendoza. O que temos que ter em mente é que é uma região vasta, e possui diferentes altitudes e tipos de solo. A uva sofre a influência do clima e do solo, e este é um ponto crucial na hora de levar uma garrafa de Malbec para casa e harmonizar com comida”. Seguem suas sugestões.


CORDEIRO OU CHOCOLATE?

Os Malbec de Luján de Cuyo costumam ser potentes, escuros, encorpados e muito frutados, geralmente envelhecidos em carvalho. Essas condições juntas geram um vinho de paladar redondo, “gordo”, com bastante aroma e sabor de tosta. Com este tipo de tinto, a harmonização fica mais interessante para a carne na brasa, o que intensifica a tosta. Uma carne mais “doce”, como a de cordeiro, reforça as notas de frutas vermelhas. Um toque de hortelã fresco e tudo fica mais intenso e perfumado. Se você quer experimentar uma harmonização fora da curva, saiba que os grandes Malbecs Gran Reserva de Luján de Cuyo vão muito bem acompanhando chocolate amargo ao fim de uma refeição.

GALETO OU TAMBAQUI?

Os Malbecs de La Consulta, no Vale de Uco, ficam em altitudes maiores e são mais leves, menos encorpados e robustos. Neste caso, arriscar um galeto seria o ponto exato para contrapor, sem massacrar o vinho. Se o galeto estiver com bastante tomilho, toda a matiz de ervas frescas e floral típica dos vinhos de Tupungato se ampliam. Para ousar, arriscaria sem medo uma costelinha suína ao molho mole mexicano, aquele que tem base de chocolate amargo e pimenta seca. Uma costela de peixe tambaqui com alho assado dá água na boca, embora o vinho seja tinto, há gordura suficiente no peixe para suportar o corpo do vinho.




Fonte: Revista Adega

14 visualizações

distribuidora de vinhos importados, vinhos artgentinos, vinhos chilenos, revendedor de vinhos, vinhos no atacado, vinhos gran reserva, vinhos Secret Barrel's, vinhos mosquita muerta, são paulo, santo andré, são caetano do sul, são bernardo do campo, mauá, 

  • Facebook Optimus Importadora
  • Instagram
whatsapp-logo-icone (2).png

®2020 Todos Direitos Reservados á Optimus Importadora. Desenvolvido por Agência x10

whatsapp-logo-icone (2).png