Conheça mais sobre o Vinho Rosé




Com características de vinho branco, mas elaborado com uvas tintas, o vinho rosé esbanja leveza e frescor. Ele é a cara do verão! Então, que tal aproveitar a chegada das altas temperaturas para mergulhar no mundo rosado e descobrir novos aromas, sabores e texturas? Prepare-se para se render aos encantos do rosé, um vinho com características simples, mas não menos encantador!


A produção do vinho rosé

Para alcançar a tonalidade peculiar do vinho rosé – que varia entre o alaranjado pálido, o rosa, o salmão e o mais vívido púrpura – a sua produção envolve um misto de processos de vinificação de uvas tintas e brancas. Há três técnicas mais utilizadas:




Maceração curta: é o método mais tradicional. Inicia-se de forma semelhante à produção dos vinhos tintos, deixando o mosto em contato com as cascas das uvas por um curto período de tempo, até que a coloração desejada seja alcançada. A partir daí, o sumo segue para os tanques de decantação e, posteriormente, para os de fermentação. Em seguida, o processo de vinificação segue o mesmo utilizado na produção dos vinhos brancos; Corte: consiste em uma mescla de vinhos brancos e tintos já vinificados. Embora seja abominado pelos produtores franceses, é um método permitido e utilizado por muitos produtores em diversos países; Sangria: durante a elaboração dos vinhos tintos, uma parte do mosto (até 10%) é retirado (sangrado) do tanque antes do processo de fermentação e transferido para outro tanque para finalização do processo. Os vinhos rosés produzidos dessa forma possuem aromas e sabores mais concentrados, alto teor alcoólico e qualidade inferior quando comparado ao vinho produzido pelo método tradicional (maçeração curta).


Capital mundial do rosé

Você sabia que Provence, na França, é considerada a capital mundial do vinho rosé? Dos cerca de 160 milhões de garrafas de vinhos produzidos na região, 88% são rosés e, destes, 75% são classificados como Appelation D'Origine Contrôleé (AOC) – o mais alto grau de classificação dos vinhos franceses.


As uvas mais usadas

Várias castas de uvas podem entrar no processo de fabricação do vinho rosé, mas as mais utilizadas são : Cabernet (Sauvignon e Franc); Carignan; Cinsault; Grenache; Malbec; Merlot; Mourvedre; Pinot Noir; Sangiovese; Syrah; Tempranillo; entre outras.

As castas Pinot Noir e Merlot, por exemplo, podem gerar vinhos varietais mais leves e claros, com tonalidades que lembram pétalas de rosa e casca de cebola. Já as Sangiovese, Malbec e Syrah dão origem a versões mais encorpadas e escuras, com cores de cereja e morango.


Consumo


A grande maioria dos vinhos rosés são feitos para serem apreciados jovens, dentro de três anos a partir da data da safra, o que garante aproveitamento máximo de todo o seu potencial. Mas, claro que há exceções à regra! Portanto, fique atento a esse detalhe ao adquirir um rótulo.


Harmonização versátil

Os vinhos rosés possuem algumas características peculiares: eles emanam a leveza, o frescor e o toque frutado dos vinhos brancos ao mesmo tempo que propagam a estrutura e a delicada adstringência dos tintos.

Não é à toa que eles são um coringa quando se trata de harmonização, já que combinam muito bem com uma grande variedade de pratos, de saladas e frutos do mar a carnes e massas.

O segredo é combinar preparos mais simples às versões mais leves e refrescantes do vinho, enquanto pratos com sabores mais complexos ou untuosos pedem versões mais encorpadas da bebida.


Temperatura baixa valoriza o frescor

Para valorizar todo o frescor e a leveza dos vinhos rosés, recomenda-se que eles sejam servidos em temperaturas mais baixas, entre 8 e 12°C, deixando as mais baixas para os rosés leves como o Cinsault, Grenache, Merlot ou Pinot Noir, e as mais altas para os encorpados (Carbenet Sauvignon, Malbec, Syrah, Tempranillo).

Sirva essa bebida em taças de vinho branco, porém com o bojo preferencialmente mais largo para aproveitar melhor os seus sabores e manter seu frescor.


Gostou das nossa dicas? Claro né!  Conte sempre a Optimus Importadora, uma empresa que é especialista e conhecedora do mercado e qualidade de Vinhos. Atualmente presente nos principais estados do país, em restaurantes e lojas especializadas. Contamos com uma grande rede de representantes e distribuidores em cada região.






Fonte: ArtDeCaves

23 visualizações

distribuidora de vinhos importados, vinhos artgentinos, vinhos chilenos, revendedor de vinhos, vinhos no atacado, vinhos gran reserva, vinhos Secret Barrel's, vinhos mosquita muerta, são paulo, santo andré, são caetano do sul, são bernardo do campo, mauá, 

  • Facebook Optimus Importadora
  • Instagram
whatsapp-logo-icone (2).png

®2020 Todos Direitos Reservados á Optimus Importadora. Desenvolvido por Agência x10

whatsapp-logo-icone (2).png