• Agencia X10

Aprenda com a Optimus, Como evitar rolhas ressecadas:




Rolhas podem não parecer tão importantes, mas são capazes de alterar consideravelmente o sabor de um vinho. As rolhas ressecadas, por exemplo, causam oxidação - alterando a cor, o aroma e o sabor da bebida - além, é claro, de ficarem quebradiças, o que dificulta sua retirada. Pensando nisso, resolvemos escrever este artigo, para você entender melhor o que causa o ressecamento da rolha, quais são suas consequências, como evitar e o que fazer se a rolha estiver ressacada. Vamos lá?


1. Umidade Uma variável que influencia demais o sabor do vinho – e que você precisa prestar muita atenção – é a umidade. Se você armazenar seus rótulos em um local com umidade muito alta, pode ocorrer a proliferação de fungos e contaminação da bebida. Por outro lado, locais muito secos provocam o ressecamento das rolhas de cortiça de má qualidade, permitindo a entrada de oxigênio na garrafa e, consequentemente, a oxidação do vinho, com alteração da cor, do aroma e do sabor. Portanto, fique atento! O percentual de umidade ideal do ambiente de armazenamento dos vinhos deve ficar entre 65% e 75%. 2. Posição Outro fator que não pode ser deixado de lado é a posição que você armazena suas preciosidades. Não há dúvida! A maneira mais adequada para guardar suas garrafas de vinho com rolhas de cortiça é na horizontal. Desse modo, as rolhas permanecem em contato com o líquido e, portanto, hidratadas, evitando o ressecamento e inibindo a entrada do oxigênio. Já as garrafas de vinhos que são vedadas com tampas sintéticas ou de rosca podem permanecer em pé sem problema, já que esses materiais não correm o risco de ressecar. Aliás, conhecer os diferentes tipos de rolhas vai te ajudar muito na hora de decidir qual garrafa manter na horizontal ou não e ainda poupar infelizes surpresas com ressecamentos. A rolha quebrou, e agora? Rolhas ressecadas podem quebrar durante o processo de abertura da garrafa com o saca-rolhas. A solução é tentar remover o restante que ficou preso com delicadeza e verificar se o vinho está comprometido ou não. A primeira alternativa é introduzir a espiral do saca-rolhas em um ângulo de 45º na cortiça e puxá-la suavemente. Outra solução é utilizar um saca-rolhas tipo pinça, o que exige um pouco mais de delicadeza. As lâminas devem ser inseridas entre a rolha e o gargalo cuidadosamente, fazendo pequenas rotações até que a cortiça se desprenda totalmente da garrafa. Caso você perceba que a rolha está muito presa, outra solução é banhar o gargalo com água quente por cerca de um minuto. Isso fará com que o vidro se expanda e a rolha deslize mais facilmente. Então, basta tentar pinçá-la. Se nada disso resolver, o jeito é empurrar a rolha para dentro da garrafa e tentar pesca-la com um recuperador de rolhas. Por fim, para remover pequenos pedaços de cortiça que tenham caído no líquido, a primeira ação é decantar o vinho e, depois, usar um coador ou filtro de papel – aquele de café mesmo – para filtrar bem o líquido. Agora que você já sabe como é importante atentar para a umidade a posição dos seus rótulos, que tal conhecer as nossas adegas climatizadas? Elas são uma excelente opção para você não errar na hora de manter os seus vinhos saudáveis e perfeitos na hora da degustação! Fonte: Art desCaves

6 visualizações0 comentário